EU ME DECLARO... ANTIPETISTA

By terça-feira, julho 20, 2010 ,

        Não gosto do PT. Nunca gostei. Detestava a Luiza Erundina e amava o Celso Pitta. O Pitta ganhou as eleições de 1997 para prefeito de São Paulo. Eu amava São Paulo, amava o Pitta e odiava o PT. È claro que mais tarde descobri que o Pitta não era nada daquilo que eu pensava, passei a não gostar dele, mas continuei odiando o PT.
Até hoje, não consigo ver com bons olhos uma pessoa que passa a vida lutando por um objetivo, mas quando vê que não vai alcançá-lo, simplesmente muda de lado - mais especificamente; saí da esquerda e vai pra direita – sem consciência culpada nem nada.
Também não consigo acreditar que na época do mensalão – em que o PT fez a festa com o dinheiro público (tudo bem não foi o partido inteiro, mas lembre-se, não gosto do PT) – o atual presidente fruto do mar, não colocou a mão em absolutamente nada, nem em uma notinha de cem. Nem mesmo quando seu irmão, seu sobrinho e seu filho eram acusados de sonegação de impostos, entre outros crimes básicos da política brasileira.
Uniu-se ai o meu desagrado pelo PT e a minha desconfiança com o presidente. Mas em relação ao presidente ainda ressalvo sua importância para o Brasil e seus feitos políticos. Em relação ao PT, não.
Tenho certeza de que alguém vai argumentar que outros partidos roubaram e roubam muito. Eu concordo. Mas nenhum deles foi tão descarado quanto o Partido do Trabalhador, aliás o nome é bastante irônico, não? Os políticos mais desavergonhados da história política pertenceram, pertencem ou irão pertencer ao PT ou à um de seus aliados.
Concluo que meu desamor pelo PT nasceu e cresceu comigo, talvez a maior culpa tenha sido da Erundina, ou do vermelho, que também dispenso. E do fato de eu ser simpatizante da era FHC. Mas acredito que seja pela minha inteligência mesmo.

You Might Also Like

2 Palpites

Comente, crítique, reclame, elogie, concorde ou discorde. Mas deixe sua opinião!!