Viajar é a minha maneira de renovar a vida

By terça-feira, abril 25, 2017


Da mesma forma que escrevo para cultivar a criatividade, viajo para aperfeiçoar quem sou. Estar em lugares diferentes me permite renovar não só os ares, mas a percepção de mundo, as ideias, os perrengues e as piadas. Diante da minha tendência a contar sempre as mesmas histórias, vivenciar novas experiências e fazer novos amigos é fundamental para manter as amizades antigas, afinal, eles merecem ouvir sobre novos assuntos.

Sempre viajei. Durante meus primeiros vinte e poucos anos, eram os livros que me levavam para outras realidades. Até que um dia, entendi que já estava preparada para encarar as delícias e os contratempos de um viajante da vida real. Embora não estivesse tão ciente do quanto esse desejo se tornaria parte dos meus hábitos e o quanto estes seriam mudados por essas aventuras.

De fato, acontece uma magia enquanto viajamos. Estar livre da rotina e descansar do trabalho diário não são os únicos fatores que compõem essa sensação de estar realmente vivendo. Viajar é se deixar ser vulnerável, é estar aberto a ajudar ou ser ajudado, é deixar os disfarces em casa. Não importa se você está sozinho ou acompanhado, você tende a ser você de verdade quando sai da sua zona de conforto.

Descobrir-se a si mesmo deveria ser um mandamento para a vida, mas o receio de encarar um reflexo inesperado no espelho desvia muitos dessa busca. Um grande equívoco por sinal, já que viajar também pode te transformar em alguém melhor. O mundo irá te mostrar que estamos todos na mesma, e você se dará conta da sua insignificância perante essa grandiosidade toda.

As viagens te darão essa consciência que, por sua vez, lhe fará ser mais apto a tomar decisões e em discernir o que é melhor para você. Fora da caixa, é preciso ser mais independente e escutar aquele instinto que as regras sociais nos obrigam a calar. A necessidade de sobrevivência – seja praticando um esporte radical ou tentando encontrar um lugar para dormir – imputa necessariamente propósitos mais assertivos.

É por essas e outras razões, que compartilho esse conselho: viaje. Dê um jeito, guarde dinheiro, junte-se a alguém com a mesma vontade, coloque umas roupas na mala e esqueça as desculpas. Comece a planejar novos rumos e a brincar de quem você quer ser quando todas as suas referências não estiverem presentes. Pega o protetor solar ou o casaco, ou ambos, e vá encarar a vida e sentir o vento da liberdade!

You Might Also Like

0 Palpites

Comente, crítique, reclame, elogie, concorde ou discorde. Mas deixe sua opinião!!