Menos lide e mais amor, por favor!

By segunda-feira, dezembro 01, 2014 ,



Hoje eu queria menos português, menos concordância. Queria prestar menos atenção a grafia das palavras e procurar menos por sinônimos. Em um dia como hoje, eu abro mão de formar parágrafos para formar mais sorrisos. Eu queria mais pronomes possessivos no lugar de tantos dados. Hoje, a única informação que eu gostaria de escrever é que o dia está mais colorido porque, afinal, você finalmente está aqui. Quero acertar menos na escolha das palavras e combinar melhor você e eu. Deixo para lá esse encaixe de contextos que me é tão importante para me encaixar nos teus braços. Juro, abro mão de definir todos os parágrafos em quatro ou cinco linhas - até formar uma notícia completa e sucinta - para escrever um texto sem pé nem cabeça explicando o que seus olhos significam pra mim. Vai, acredita, que hoje eu mudo a fonte habitual e uso qualquer outra em negrito. Prometo não escolher títulos nem apontar caminhos, deixo você me guiar. Queria procurar e checar menos dados hoje, e investigar mais seus detalhes. Sério, em um dia como hoje, os imprevistos, serão bem-vindos, se forem com você. Esqueço a agenda com os contatos em casa (talvez até deixe você escondê-lá por uns dias). Juro, hoje eu não anoto nada, a não ser o quanto esse foi um dia incrivelmente feliz. Vai, acredita, nem vou justificar o texto só para ficar desalinhado do mesmo jeitinho que nós dois.


You Might Also Like

2 Palpites

Comente, crítique, reclame, elogie, concorde ou discorde. Mas deixe sua opinião!!