Passando de ano aos trancos e barrancos...

By quarta-feira, dezembro 05, 2012 ,




            Fim de semestre é aquela coisa né? Todo mundo correndo atrás de nota, paparicando professor, fazendo trabalho atrasado, exame. Enfim, tudo que não foi feito o ano inteiro precisa ser feito no último mês de aula. E por que não fazer tudo isso na ordem cronológica? Simples: Porque perde toda a graça. Esse é o lado aventureiro de estudar. Você vê aquele nerd se matar de estudar o ano inteiro e passar de ano. Legal, ele merece. Mas você que, com absoluta certeza, não merecia se quer obter a nota média, acaba sendo aprovado e com méritos. Qual é a maior prova de inteligência?
           
            Primeiro: sempre há aquele professor muito gente boa, como pessoa, porque como professor é merecedor de algum tipo de enforcamento, justamente por não estar nem ai para o fato de você precisar de nota. Ele não liga se você tem filho pra criar, tem dois empregos e está desesperadamente tentando concluir uma faculdade para, quem sabe, melhorar de vida ou se é simplesmente um vagabundo que só quer o diploma. Esse professor não conhece os termos exceção e suborno. Ele, além de não melhorar sua nota na base da amizade, ainda vai dificultar ao máximo o seu exame.

            Segundo: você terá de fazer 115 trabalhos gigantes e subjetivos, ou seja, dificilmente poderá se utilizar de meios não muito éticos para realizar as tarefas que precisam ser entregues, pois o mesmo professor citado acima irá corrigi-las e ele costuma conhecer todas as possíveis criaturas que fariam esse serviço por uma boa grana. Isso quer dizer que você realmente terá de desempenhar as tarefas.

            Além do mais, você terá de aguentar aqueles alunos super intelectuais e responsáveis que vão, literalmente, esfregar na sua cara as notas maravilhosas que possuem e o fato de terem entrado em férias bem antes de você. E esse sim, é um probleminha. Enquanto todos estão curtindo a maior farra (inclusive os CDFs) a sua pessoa estará ESTUDANDO. Isso mesmo. E-S-T-U-D-A-N-D-O mais do que o fez o ano inteiro.

            Entenda que é preciso entregar as atividades no prazo, não aquele determinado pelos professores, é claro. Ninguém nunca quer apresentar tarefas depois da data estipulada, só que cachorros costumam gostar mais de comer trabalho do que ração. Não dá para navegar na internet e escrever ao mesmo tempo, e a culpa disso é da tecnologia que não avança. Enfim, por motivos de força maior e dos prazos serem curtos, não dá para cumpri-los. Ainda assim, vale a pena esperar o último semestre para correr atrás do prejuízo.

            Parece que ficar todo fim de ano desesperado atrás de professor, passar por humilhações, rezar para tudo quanto é santo, ter de tomar coca-cola com café para ficar acordado e conseguir concluir os trabalhos, criar desculpas mirabolantes e convencer o professor de que realmente não deu para cumprir o prazo, faz parte do ritual.  E no fim, mesmo sem um boletim maravilhoso, você cumpre um prazo: Passa de ano antes do natal.


Imagem: http://www.cpt.com.br/noticias/o-que-fazer-para-ajudar-a-melhorar-a-nota-do-seu-filho-na-escola

You Might Also Like

0 Palpites

Comente, crítique, reclame, elogie, concorde ou discorde. Mas deixe sua opinião!!