Texto Autobiográfico Não Autorizado

By sexta-feira, março 04, 2011 ,

          Ela era obstinada demais. Tinha sonhos e objetivos dos quais se lembrava todo dia. Havia pessoas que a desencorajavam todo dia. Havia pessoas que a incentivavam. Havia pessoas que a criticavam. Mas tinha aqueles que não a compreendiam. A mãe achava a filha ambiciosa. Mas ela não era, queria apenas morar na cidade grande. O pai achava a filha diferente, até estranha. Não tinha namorado, mas trabalhava, estudava e corria atrás dos sonhos. Mas era diferente dos irmãos. Estes casaram cedo. Ela tinha o sonho de se casar, mas esse ela não podia buscar com as próprias mãos. Era romântica. Esperava ser salva pelo príncipe encantado. Ou lobo mal. Tanto faz. Aspirava a profissão que escolheu. Mas ninguém concordava. Não fazia mal, ela sabia que suas escolhas teriam conseqüências que só ela poderia enfrentar. Amava a família. Mas desejava estar longe, mesmo com muitas saudades. Tinha dificuldades em se relacionar. Mas ia tentando mudar. Adorava livros e chocolate. Um dia, depois de muita decepção e choro, recebeu duas noticias que lhe encheram de esperanças. Tudo que sempre imaginou estava começando. A vontade de ter experiências novas. De ir pra cidade grande. O mundo parecia rosa. Embora sentisse medo de não ser capaz. De não ser boa o bastante. Sonhava. E confiava em Deus. Era uma menina, com ideal de mulher. Vivia um sonho. Ou sonhava uma vida? E enquanto os dias iam passando, ela ia cantando. Esperando... Uma boa notícia...

You Might Also Like

0 Palpites

Comente, crítique, reclame, elogie, concorde ou discorde. Mas deixe sua opinião!!