As diferenças pessoais não têm a ver com a igualdade de direitos

By quinta-feira, dezembro 23, 2010



Faz tempo que homossexuais e ativistas lutam pelos direitos das comunidades LGTBS (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros e simpatizantes). Direitos de igualdade que considero absolutamente justos. Independentemente da orientação sexual qualquer pessoa tem direito a saúde, educação, lazer, emprego, respeito.
Concordo também que eles tenham direito ao casamento civil, pois a lei humana é democrática, sendo assim, é para toda sociedade. Embora perante Deus isso seja a maior demonstração de pecado e, a partir do momento que as igrejas passarem a realizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, elas deixarão de obedecer às doutrinas bíblicas e, consequentemente, não terão razão de existir.
Sou totalmente contra a homofobia e qualquer tipo de violência - seja verbal ou física - às pessoas com essa orientação sexual diferente. Não concordo com o tratamento desrespeitoso dado aos LGTBs. Entretanto essa comunidade deveria respeitar também os direitos alheios. Ninguém é obrigado a aplaudir as atitudes homossexuais ou incentivar seus filhos a isso. Mas se em um local público estiver um casal de mesmo sexo se beijando, aqueles que não concordam devem apenas olhar para outro lado ou se retirar, da mesma forma que acontece quando um não-fumante chega a um estabelecimento em que há alguém fumando. É preciso existir respeito de ambos os lados e isso não tem ocorrido, nem de um, nem de outro.
Não se deixa de empregar alguém baseado em sua orientação sexual. Ou de conversar, ou de conviver harmoniosamente. A não ser que haja excessos de zombarias por uma parte ou de assédios por outra. Vivemos em uma sociedade e isso implica saber conviver com pessoas diferentes, com ideias diferentes e respeitar regras que nós mesmos estabelecemos.
Se Deus nos concedeu o livre arbítrio, justamente por isso não podemos cogitar a possibilidade de retornarmos a Ditadura, acreditando  que manifestações de ideias  diferentes não aconteceriam. Só quem conviveu com ela sabe o sofrimento que foi. A frase da bíblia: “Tudo nos é licito, mas nem tudo nos convém” é interpretada por cada um de uma forma e esse é um direito dado por Deus. Felizes aqueles que sabem decifrá-la.
      Enfim, somos a mesma raça, mas cada um tem suas preferências. Não há estudos científicos comprovando que o homossexualismo é uma doença como a pedofilia e, talvez, nunca haja. Portanto cuidemos cada um de sua própria vida e um conselho aos homossexuais: Um fumante não pode obrigar que os outros o aceitem fumando em locais fechados. Então não queiram impor seus estilos de vida em locais considerados sagrados por razões que vocês conhecem bem.            

You Might Also Like

0 Palpites

Comente, crítique, reclame, elogie, concorde ou discorde. Mas deixe sua opinião!!